Logística

Carregamento consolidado: você sabe como funciona a carga consolidada?

Escrito por Simplifica Fretes

O transporte na modalidade de carga consolidada é uma operação que visa à redução dos custos e à maior produtividade na locomoção de produtos, em decorrência da padronização das atividades de logística como um todo.

Também conhecida pela expressão “carregamento consolidado”, essa forma de trabalho poderá trazer diversas vantagens para os prestadores de serviços logísticos e sua clientela, como você verá a seguir. Então, continue com a leitura deste post e confira!

O que é carga consolidada?

A noção de carga consolidada (ou carregamento consolidado) é relativamente simples de se entender: trata-se de reunir vários produtos, de um ou mais clientes, em um só conjunto — por vezes também chamada de “carga unitizada” (ou seja: em uma só unidade ou container).

Para tanto, deverão ser observadas as seguintes condições mínimas:

  • mercadorias semelhantes — dimensões como peso e altura, por exemplo;
  • mesmas condições em relação às rotas e prazos de entrega.

Desse modo, a consolidação (reunião) dos volumes permitirá o compartilhamento de máquinas, equipamentos, veículos e funcionários, de modo a padronizar diversas atividades logísticas — recebimento, armazenamento, movimentação, transporte e controle.

Como funciona o carregamento consolidado?

Nesta atividade, encontraremos os agentes que realizarão a consolidação e a desconsolidação dos volumes: os operadores logísticos e as transportadoras, responsáveis pela recepção, armazenamento e embarque dos produtos.

Um determinado operador poderá trabalhar com diversas transportadoras de cargas fragmentadas, o que lhe possibilitará recebê-las, consolidá-las e proceder ao translado a partir de determinado trajeto.

A empresa consolidadora deverá emitir os conhecimentos de carga — documentos que registram diversas informações, como os volumes transportados e sua localização (containers), os veículos utilizados e os pontos de partida e de chegada.

Basicamente, eles serão de dois tipos: o conhecimento “master” (ou “mãe”), que agrupa dados da consolidação, e os conhecimentos “house” (ou “filhotes”), voltados a cada destinatário em particular.

Quais as vantagens desse tipo de operação?

transporte consolidado poderá beneficiar tanto os prestadores de serviços envolvidos como os seus clientes — quer em termos de segurança, rapidez e pontualidade nas operações, quer quanto aos custos envolvidos.

Esses benefícios decorrerão da racionalização de vários fatores, como:

  • menor espaço para recepção e armazenamento dos bens;
  • facilidade na movimentação e controle dos volumes;
  • diminuição do número de equipamentos e de pessoas envolvidas na operação;
  • redução de despesas com fretes, pedágios, combustíveis, manutenção e salários;
  • menores gastos com documentação, registros, contabilização e outras obrigações burocráticas.

Porém, nem tudo são flores! É preciso que o interessado se informe junto às firmas especializadas, com a finalidade de verificar se realmente essa forma de transporte lhe será conveniente. Conforme as características e a quantidade das mercadorias, dentre outros fatores, o transporte tradicional poderá ser mais vantajoso.

Isso por que o translado via consolidação é uma operação complexa, que inclui vários profissionais especializados, maquinário e espaços específicos, o que a princípio beneficiará os procedimentos de locomoção de grandes volumes.

Agora que você já tem uma boa ideia do que seja carga consolidada ou carregamento consolidado, busque aprofundar seus conhecimentos na área, visando o seu enriquecimento profissional e o progresso de sua empresa.

Aproveite, também, para conhecer as condições de transporte de mercadorias segundo a ANVISA, neste outro post que preparamos especialmente para você. Até breve!

Sobre o autor

Simplifica Fretes

Deixar comentário.

Share This